Preste “atenção”

Sou carente.

Não gostaria de ser, mas sou. Admito.

Pior, sou complicado e isso quase me impossibilita lidar com essa carência.

Aos 41 anos, dos quais tenho passado 8 anos sendo surdo, ainda estou tentando saber como lidar com isso.

Cada vez mais, tenho certeza que meu desenvolvimento socioafetivo tem velocidade menor do que a dos meus “iguais”. Se é possível achar alguém semelhante a mim. Duvido, mas isso é outro capítulo…

Para piorar mais, essa carência impossibilita, ainda, saber perdoar falta de atenção. Isso é patético, mas é verdade.

Por bem ou mal, isso me permitiu ver que dei atenção e consideração excessivas a pessoas, de algum modo, erradas.

Não vou dizer que sou somente vítima nisso porque não sou. Assim como fui excessivo em dar atenção e consideração, também pequei/peco por falta.

Um dia, talvez, eu aprenda a avaliar excessos e faltas nesse campo, evitando estar aqui relatando experiências deste tipo.

Em velocidade menor do que a dos meus “iguais”.

Talvez.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s