Pamonhas, planetas, galáxias e Condorise

Ronise assanhadaSe não me engano, segundo a atual Astronomia, na Via Láctea, há somente nove planetas propriamente ditos. Galáxias, não sei quantas.

Mas se viagens interplanetárias/intergalácticas já fossem corriqueiras como vemos em alguns filmes de ficção científica, ela já estaria na última galáxia listada. Tenho quase certeza.

Começamos a trabalhar no mesmo local em São Luís, na década de 1990, mas em setores diferentes. Até ela decidir mudar de cidade, o que somente mostra seu senso nato de inquietude, que já lhe permitiu conhecer 21 países.

Enquanto escrevo estas linhas, Ronise – amante de pamonha e que “adora” a Condor  – está na Grã-Bretanha, exatamente, em Londres.

Costuma me chamar de Drix e chamo-a de Condorise. Por razões que não valem a pena relatar.

AUTOEXPLICATIVO

Hoje, em uma conversa de Whatsapp, ela me disse: “Precisamos de mais vidas para conhecer tanta coisa”. Na mesma ocasião, perguntei se ela nunca havia pensado em ir ao Japão. “Já, mas não agora. A Ásia vai ficar para depois q eu riscar a Europa do mapa”.

Isto é autoexplicativo pra natureza itinerante dela.

eu-roniseFoi com ela que aprendi a importância de viajar, conhecer outros lugares, outros olhares, novas experiências. E, melhor, como planejar viagens por si pra não virar reféns dos preços exorbitantes de agências.

Sem a ajuda dela no planejamento, eu não teria retornado a Nova Iorque, 22 anos após a primeira ida. Também não teria ido a Toronto e à Philadelphia, na melhor experiência que tive em 2018. Sozinho, sem guia de turismo enchendo saco. “Culpa” dela.

Com um cômico modo-mãe, Ronise virou minha consultora permanente de turismo, interlocutora frequente e, claro, amiga. Também por “culpa” dela, decidi ir a Boston e Providence, com rápidas paradas em Washington e Chicago, em 2019. Por outra experiência inesquecível, espero.

Quando a NASA nos permitir conhecer pessoalmente outros planetas, outras galáxias etc, advinha de quem é a paciência que vou encher pra planejar?!

Até porque ela já terá ido.

 

2 thoughts on “Pamonhas, planetas, galáxias e Condorise

  1. Dri(x), li a postagem entre lágrimas e risadas, seu gaiato!
    Reconheço que é tudo verdade: a paixão por pamonha; o ódio por determinada cia aérea e a síndrome de wanderlust. Dizem que a obsessão por viajar está em nossos genes. Verdade, ou não, eu confesso que tenho essa constante necessidade de viajar e sempre estou buscando conhecer novas culturas. E quem sofre és tu, meu amigo, que viraste meu confidente no assunto. Agradeço de coração esta homenagem (a mais linda que recebi nos 4X anos desta vida) e fico muito feliz por ter plantado uma sementinha de wanderlust em ti.
    Many thanks (os ingleses gostam muito de falar assim)!
    Happy New Year! 😘😘😘
    PS: vou te processar pela foto kkkkkkkk

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s